Kuvasz - Pastor Húngaro - Emek Hayarden - Canil de Kuvasz

Sobre o Canil

Histórico e Apresentação do Canil.

O Canil Emek HaYarden (עמק הירדן) remonta à nossa decisão de retornarmos à casa em que cresci no bairro do Morumbi em São Paulo em razão, especialmente, de sua proximidade à escola de nossos filhos, Fernando e Carolina.  O nome do canil faz referência ao Vale do Jordão, em Israel, localizado no norte do pais.  O Emek HaYarden estende-se desde o Mar da Galileia até o Mar Morto.  Trata-se de uma região especial, nobre, a qual, tal qual a raça Kuvasz, combina beleza, honra e tradição.  A região foi palco, por exemplo, da Terceira Guerra Judaico-Romana no ano de 132 da era comum, da resistência dos zelotes em Massada, nas quais um pequeno número de combatentes enfrentou, sem medo, um império mundial, dos primeiros assentamentos judaicos da era moderna, da guerra de independência em 1948 e de outros feitos heroicos.

Na ocasião, decidimos então que seria uma grande oportunidade para termos um cachorro em casa, tanto para companhia quanto para a guarda.  Saindo da casa de um amigo, deparei-me na frente de seu apartamento com um cão branco, lindo e extremamente desconfiado.  Perguntei a sua dona qual a raça do animal e de que país ele seria originário.  Para minha surpresa, ela me contou que se tratava de um cão pastor originário da Hungria e de que ela era criadora da raça, sendo seu canil localizado na cidade de Lagoa Santa, Minas Gerais.  Fiquei apaixonado pela beleza do animal e emocionado com o fato dele ser originário da Hungria, terra de nascimento de minha mãe, nascida na cidade de Budapest, e de meu avô, originário da cidade de Szombathely.  Imediatamente rememorei as histórias narradas por minha avó, mulher extraordinária, fluente em Eslovaco, seu idioma materno, Húngaro e Alemão, a respeito da monarquia austro húngara (die Österreichisch-Ungarische Monarchie), do imperador Francisco José (Ferenc József magyar király), esposo da imperatriz Elisabeth Amalie Eugenie von Wittelsbach, também conhecida como “Sissi”, de sua diversidade racial, linguística e religiosa, nem sempre pacifica, de meu bisavó, Jakob Felkay em seu uniforme de sargento austro húngaro estacionado na Bósnia Herzegovina.  



 Jakob Felkay, estacionado na Bósnia Herzegovina


Contei a novidade logo que cheguei em casa.  O alvoroço foi enorme.  Impulsionados por estas lembranças decidimos, sem hesitação, que teríamos um cão da raça Kuvasz em nossa “velha nova casa”.  Imediatamente entramos em contato com o canil Prince of the Dogs em Minas Gerais (www.kuvaszprince.com.br) e descobrimos que uma das cachorras da criação estava prenha e esperava uma ninhada para as próximas semanas.  Na ocasião, fomos informados pelas criadoras Valéria e sua filha Heloisa sobre as características da raça, seu temperamento e regras de manejo.  Em conjunto com as crianças, decidimos por uma cadelinha.  Após algumas semanas recebemos a ligação de que os filhotes da “Tekila”, uma cachorra de temperamento dócil e firme, e do “Barão”, um Kuvasz típico, forte e com temperamento bonachão, importado do Canada, haviam nascido.  Decidimos que ficaria sob a responsabilidade das criadoras escolher uma cachorra saudável e equilibrada para a nossa família.  Podemos dizer que ambas cumpriram perfeitamente com sua missão ao selecionar a Lolla (Lolla Fortuna Prince of the Dogs) para integrar nossa família.  A chegada da Lolla foi uma festa para todos nós.   


Iniciamos os trabalhos de socialização imediatamente, mesmo antes de nos mudarmos, pois o Kuvasz requer donos dedicados, amorosos, porém firmes.


A Lolla respondeu imediatamente.  Após a mudança, o temperamento Kuvasz da cachorra começou a aflorar, ou seja, proteção e guarda de seu território e das ovelhas sob sua reponsabilidade (nós e as crianças).  Após alguns meses, decidimos, por fim, inscrever a Lolla em algumas exposições afim de aprendermos mais e mais sobre o Kuvasz.  Com a ajuda e compreensão de todos, no Brasil e no exterior, aprendemos muito.  Descobrimos mais sobre o padrão da raça, o estágio da criação em outros países e, especialmente, quais os gols e objetivos daqueles que, com determinação e seriedade, decidem-se por dedicar-se a criação de cães de raça pura.  Neste processo entramos em contato com criadores no Brasil e no exterior, descobrimos que há clubes de apreciadores da raça Kuvasz na Argentina, nos Estados Unidos (2 clubes!), no Canada, na Alemanha (3 clubes!) e, obviamente, na Hungria e que há criadores dedicados até na “longínqua” Escandinávia.  Todos foram sempre muito receptivos e prontos a responder e esclarecer dúvidas de meros iniciantes.  Infelizmente descobrimos também que os criadores da raça Kuvasz no Brasil, apesar de poucos, não colaboram, não trocam experiências, insultam-se.



A Missão do Canil Emek HaYarden

Com o passar do tempo, a paixão da família pela raça crescia exponencialmente.  Após participar de algumas exposições, com resultados expressivos, resolvemos implementar um projeto, em que todos os membros de nossa família pudessem participar, ou seja, tornarmo-nos importantes criadores da raça Kuvasz no Brasil, com os seguintes gols e objetivos:

  • melhoria da raça, por meio da seleção e utilização de matrizes e reprodutores (padreadores) saudáveis, clinicamente testados, e que se subsumam da melhor maneira possível ao padrão oficial da raça conforme preconizado na Hungria;
  • tratar o ato de criar com amor e seriedade, não sendo, para nós, um negócio;
  • divulgar a raça Kuvasz no Brasil e, posteriormente, em outras paragens, através da participação em exposições e eventos, locais e internacionais;
  • participação e interlocução com os principais criadores e clubes especializados na raça Kuvasz;
  • controle das principais doenças que afetam a raça, quais sejam:
  1. "Displasia Coxo Femural”, também denominada Hip Dysplasia, Hüftgelenksdysplasie ou, simplesmente “HD”, doença na maioria das vezes hereditária, mas que também pode ser adquirida, que altera e afeta as conexões ósseas e articulares de animais, particularmente cães de grande porte, como é o caso do Kuvasz;
  2. "Osteocondrite Dissecante da Cabeça do Úmero”, também denominada Osteochondritis dissecans, Osteochondrosis dissecans des Schultergelenks ou, simplesmente, “OCD”, que se caracteriza como uma das manifestações clínicas da osteocondrose, representando condição patológica da cartilagem articular resultante de distúrbio da ossificação endocondral, que acomete cães de rápido crescimento e especialmente de grande porte; e
  3. "Atrofia Progressiva da Retina”, também denominada Progressive Retinal Atrophy, Generalisierte Progressive Retina Atrophie ou, simplesmente, “PRA”, que se caracteriza como um processo lento de degeneração do tecido retinal, de fundo genético, transmitido por genes recessivos.
  • criar animais que respondam aos anseios e expectativas de seus donos, ou seja, participar em exposição, atuar em casa como cães de companhia no seio de uma família ou desempenhando as atividades de guarda e pastoreio em grandes propriedades rurais.  Cabe ressaltar que nem todo cão precisa participar de exposições, pois, em nossa opinião, somente aqueles que possuem os predicados de excelência da raça devem ser submetidos a rotina extenuante e cara que este tipo de atividade requer.  O fato de não ser recomendado que um cão específico, mesmo que absolutamente saudável e típico, participe de exposições, não o transforma em um “exemplar” de segunda categoria incapaz de encher de orgulhos seus proprietários.  Muito pelo contrário!  
  • a agir com total transparência em face daqueles que tenham interesse de ter um animal de nosso canil.

Após a aquisição da Lolla, o próximo passo na construção de nosso plantel foi a procura de uma fêmea típica que atendesse ao padrão da raça. Para tanto, recorremos novamente ao canil Prince of the Dogs em Minas Gerais. Lá chegando, em conjunto com nosso amigo e handler Gerson Trani, proprietário do Canil Gerluani, fomos apresentados à Nina Prince of the Dogs, uma cadela Kuvasz de nove meses, típica e de ótimo temperamento, filha de Pandora Prince of the Dogs e também do “Barão” (Lofranco’s Jubilant Baron), pai de nossa cachorra Lolla. Na ocasião, decidimos também adquirir uma filhota da mesma linha de sangue e irmã da cadela Chloe Prince of the Dogs (Alice), campeã e grande campeã e melhor Kuvasz do Brasil em 2015, que ainda estava por nascer. Em 29 de abril de 2016, nasceu a nossa Golda Szenes Prince of the Dogs, filha também do “Barão” e de Isis Prince of the Dogs. A decisão de definir uma linha de sangue ancorada em três cadelas originárias do mesmo criador e meia irmãs entre si decorreu de nossa estratégia de procurar fixar nas próximas gerações de nosso canil determinadas características morfológicas e de temperamento consideradas por nós como extremante importantes, quais sejam: Função: estrutura óssea sólida, músculos fortes e possantes de forma que o animal possa desempenhar a sua função original de cão de pastoreio. Temperamento: equilíbrio, coragem, lealdade e afeto para com seus donos. Com esta base sólida, era chegada a hora de inserirmos em nosso plantel a figura do padreador. Para tanto, decidimos importar um macho advindo do canil Homokpusztai Haramia, localizado em Subótica, Sérvia, de propriedade da criadora Isidora Miljkovic, uma das mais importantes e experientes criadoras da raça Kuvasz na Europa. Reconhecidos por sua alta qualidade, machos do canil Homokpusztai Haramia têm sido utilizados como padreadores por importantes criadores localizados na Hungria e Alemanha. Em conjunto com Isidora, selecionamos nosso querido Janiscsar (Homokpusztai Haramia Janicsar) que chegou no Brasil no mês de 2015, trazido diretamente da Europa por Gerson Trani.


Compartilhe:

USAMOS E RECOMENDAMOS:




Filiado: